Qf8dDuq-1024x768

Muitos veterinários e técnicos de saúde vão alertá-lo com certeza para as doenças que o seu cão pode apanhar se for à rua sem estar vacinado. Sem dúvida que se trata de um assunto importante e que não deve ser negligenciado. Contudo, eu sou da opinião que são mais comuns os problemas comportamentais por falta de socialização por não terem ido à rua desde sempre, do que propriamente problemas de saúde neste contexto. O que se deve fazer é, mesmo que ele não tenha as vacinas todas, é de ir logo com ele à rua para o expormos ao maior número possível de estímulos. Inscrevê-lo numa aula de puppies para socializar de imediato e passear com ele em zonas protegidas com pouca probabilidade de fezes infetadas. Jardins ou praias limpas. Zonas perto da nossa casa que sejam frequentadas sobretudo por cães com donos responsáveis e que tenham a preocupação de vacinar os seus cães.  Ele que se habitue a tudo, e quanto mais cedo menos impacto reativo poderão causar as coisas ao seu redor quando for adolescente e adulto.

Leve-o no carro, dentro de um cesto, dentro de uma mala, mas leve-o à rua logo assim que ele chegar à sua casa. Adquira desde cedo o hábito de passear o seu cão para que ele possa ser estimulado pelos odores envolventes e para que socialize e gaste energia. Um cão passeado é um cão bem mais calmo e obediente em casa.

Partilhar...
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn